Titular do gol da seleção argentina mesmo esquentando a reserva do uruguaio Muslera na Lazio, Juan Pablo Carrizo se mostrou muito irritado com a atual situação que vive dentro de sua equipe, oitava colocada no Campeonato Italiano. E usou o exemplo do goleiro Júlio César, da Seleção Brasileira e da Inter de Milão, para embasar seus argumentos.

"Creio que na Itália os goleiros sul-americanos sempre tiveram necessidade de adaptação. O exemplo é Julio César, que quando chegou à Inter jogou mal e foi emprestado ao Chievo. Agora é o melhor goleiro do mundo", elogiou.

O arqueiro brasileiro está treinando em Teresópolis, na Granja Comary, em concentração para os jogos da Seleção contra Equador e Peru, para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

"Talvez esteja ocorrendo o mesmo comigo. Não perdi o lugar de titular no campo. Se o problema tivesse sido esse, eu faria uma autocrítica. Eu acho é que não gostam da minha cara, pois venho para a Argentina e sou titular da seleção. Isso é muito estranho", completou Carrizo.

Apesar de sua insatisfação com a reserva na Lazio, o jogador afirmou que considera difícil seu retorno ao River Plate, clube que o revelou para o futebol. "É difícil achar um clube que coloque objetivos pelos quais quero lutar. Os times mais importantes já têm grandes goleiros, portanto é difícil retornar", disse.