Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Alagoanos conquistaram 12 medalhas a nível nacional e 30 a nível estadual

Celebrando as conquistas da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP) de 2018, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) premiam os 30 estudantes medalhistas alagoanos da competição na próxima terça-feira (18), às 14h, no Centro de Formação Ib Gatto Falcão (Cenfor), localizado no Cepa.

Na edição de 2018, Alagoas teve um total de 30 medalhistas a nível estadual, com 12 destes também garantindo medalhas no âmbito nacional. Os estudantes trouxeram para o Estado duas medalhas de ouro, seis de prata e três de bronze. Na classificação estadual, foram dez de ouro, seis de prata e 16 de bronze.

O coordenador do Centro de Ciências e Tecnologia da Educação (Cecite) – instituto responsável por realizar formações para professores da rede estadual –, Ednaldo Firmino, afirma que a premiação é uma forma de reconhecer os esforços dos alunos durante a OBFEP, divulgar os jovens talentos que Alagoas possui e incentivar tais estudantes para conquistar um futuro melhor.

“A educação é o caminho para jovens da rede pública transformarem suas vidas. Quando um estudante participa de uma olimpíada como a OBFEP e fica entre os melhores do estado e do país não tem preço, pois ele percebe que tem potencial para ir além, e, no futuro, tornar-se um físico, engenheiro, matemático, químico ou qualquer outro profissional que  poderá contribuir para contribuir para uma sociedade justa, solidaria e ética. O valor não está na medalha, mas no reconhecimento da competência dos nossos estudantes”, diz Ednaldo.

Os medalhistas – Os 30 estudantes dividem-se em quatro diferentes turmas, sendo 13 premiados pelo 9º ano do Ensino Fundamental; do Ensino Médio, são medalhistas sete alunos pela 1ª série, seis pela 2ª, um pela 3ª e quatro pela 4ª série – nesta categoria, participam apenas estudantes dos Institutos Federais.

Receberão as medalhas na solenidade pelo 9º ano: Ariel Gois de Freitas, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Pequeno Príncipe, de Santana do Mundaú (ouro na classificação estadual e prata na nacional); Fernando Antonio da Silva Oliveira, do Colégio Tiradentes-Unidade Agreste, de Arapiraca (ouro estadual e prata nacional); Leonardo Ferreira Brito (ouro estadual e prata nacional), do Colégio Tiradentes-Unidade Agreste, de Arapiraca; Walléria Simões Correia (prata estadual e bronze nacional), do Colégio Tiradentes - Unidade Agreste, de Arapiraca; Caio Francisco Santos (prata estadual), Colégio Tiradentes - Maceió; Latícia Alves do Nascimento (bronze estadual), Colégio Tiradentes Maceió; José Jayan Tomaz da Silva (bronze estadual), da Escola Estadual Demócrito Gracindo, de Mata Grande; Ana Leticia Cecilia da Silva Souza (bronze estadual), da Escola Municipal de Ensino Fundamental Monsenhor Clóvis Duarte de Barros, de Santana do Mundaú; Kauã Lourenço de Vasconcelos (bronze estadual), do Colégio Tiradentes de Maceió; Fabricio Maycon Gomes da Silva (bronze estadual), do Colégio Tiradentes de Maceió; Kainan Lourenço de Vasconcelos (bronze estadual), do Colégio Tiradentes de Maceió; Matheus Wyllames Ferreira de Lima (bronze estadual), do Colégio Tiradentes de Maceió; José Rauan Kewvi Ribeiro da Silva (bronze estadual), da Escola Municipal de Ensino Fundamental Monsenhor Clóvis Duarte de Barros, de Santana do Mundaú.

Pela 1ª série, serão reconhecidos: Anderson Gabriel Falcão dos Santos (ouro estadual e prata nacional), do Instituto Federal de Alagoas – Campus Maceió; Jairon Henrique Nóia Batista (ouro estadual e prata nacional), do Instituto Federal de Alagoas – Campus Maceió; Sandro Victor Ferreira Torres (prata estadual e bronze nacional), do Colégio Tiradentes de Maceió; Laysa Santos Silva (prata estadual e bronze nacional) da Escola Estadual Laura Chagas, de Santana do Ipanema; Robert Rodrigo Oliveira Costa (bronze estadual), da Escola Estadual Laura Chagas, de Santana do Ipanema; Samira Brás Silva (bronze estadual), do Colégio Tiradentes de Maceió e Victória Emanuelly Cesar Nunes da Silva (bronze estadual) pela Escola Estadual Doutora Eunice de Lemos Campos, de Maceió.

Os medalhistas da 2ª série são: Breno Barbosa da Cunha (ouro em ambas as categorias), do Instituto Federal de Alagoas – Campus Maceió; Oswaldo Giacomo Neto (prata estadual e bronze nacional), do Instituto Federal de Alagoas – Campus Maceió; Matheus Melo dos Santos (bronze estadual), do Instituto Federal de Alagoas – Campus Arapiraca; Maria Laryssa Gomes Melo (bronze estadual); Laissa Kelly Santos Vilar (bronze estadual), da Escola Estadual Laura Chagas, de Santana do Ipanema e Mirielly Alves Abreu (bronze estadual), da Escola Estadual Laura Chagas, de Santana do Ipanema.

Pelo fato de apenas o Instituto Federal de Alagoas possuir turmas de 4ª série, apenas estudantes desta instituição ganharão medalhas nesta modalidade: Diogo Rafael Bezerra Gomes (ouro nas duas classificações); Diego Gabriel Bezerra Gomes (prata estadual e bronze nacional); Messias Zacarias Santos de Lima (bronze estadual); e Fábio Felipe Santos Gomes (bronze estadual), todos do campus Maceió.

A OBFEP – A OBFEP é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Física (SBF) que tem por objetivo incentivar a prática e estudo das ciências exatas entre os alunos do 9º ano do fundamental e todo o ensino médio das redes públicas em todo o território nacional.