Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

 

Alagoas é celeiro de grandes talentos e a cada dia mais profissionais tem se destacado na cena nacional e internacional. Na última semana quatro Psicólogos alagoanos participaram da “IV International Conference On Research Of Psychotherapy Gestalt”, que aconteceu no Centro de Convenções Icon Hotel, na cidade de Santiago do Chile.

O IV International Conference On Research Of Psychotherapy Gestalt objetiva apresentar e promover pesquisas em Psicoterapia Gestalt em todo o mundo. Na oportunidade vários terapeutas gestaltistas de todo o mundo se reuniram para apresentar suas boas práticas e apresentar cases de sucesso. A conferência está em consonância com as atividades anteriores realizadas em Cape Cod (2013, 2015), Roma (2014) e Paris (2017).

O tema desta edição do evento foi “Investigación en terapia Gestalt: hacia una práctica efectiva", que chegou para fortalecer o elo entre a pesquisa em Gestalt e a clínica gestáltica. Psicólogos de diferentes países puderam participar do evento, tanto como ouvintes, como palestrantes. A união cultural prevaleceu e proporcionou uma atmosfera de muito conhecimento e expansão de mente.

O evento contou com a participação de centenas de Psicólogos, dos quais 16 eram brasileiros e quatro alagoanos: Bárbara Mendes de Lacerda Amazonas (CRP 15/5321), Liliana de Albuquerque Maranhão Lemos (CRP 15/4707), Solange Guastaferro (CRP 15/3089) e Vitor Coelho Batista da Luz (CRP 15/4906).

Para o Psicólogo e Jornalista Vitor Luz o congresso internacional trouxe grandes contribuições para a humanidade e para Psicologia Mundial. “Sempre acreditei que a busca pelo conhecimento salvaria o planeta do engano e ilusão e é por meio da educação que conseguiremos transformar nossos dias. Os congressos nacionais os quais tive o privilégio de participar no Brasil sempre foram muito elucidativos, me permitindo voltar para meu estado e contribuir ainda mais, mas desta vez estar no Chile para a IV International Conference On Research Of Psychotherapy Gestalt foi incrível. Pude estar diante de Psicólogos PhDs que dedicam suas vidas a pesquisa e a implantação de uma psicologia afetiva, baseada em evidências e acima de tudo, assertiva. Volto ao Brasil com o desejo de fazer diferente e colocar tudo em prática o que aprendi”.

A Psicóloga e Consteladora Familiar, Solange Guastaferro, também esteve no evento e conta como a IV International Conference On Research Of Psychotherapy Gestalt possibilitou a conquista de um novo entendimento sobre o ser humano. “Participar do IV International Conference On Research Of Psychotherapy Gestalt foi uma experiência enriquecedora para minha prática no consultório, pois ficou bem claro nas palestras o quanto a Gestalt, abordagem que escolhi, tem ajudado desde crianças e adolescentes com ideação suicida, nos atendimentos de casais, além dos atendimentos dos transtornos psicológicos. Os palestrantes ao colocarem suas pesquisas, práticas e técnicas ao nosso conhecimento foi de uma generosidade enorme. Enfim, foi gratificante aprender tantos conteúdos para colocar em prática, o sentimento é só de gratidão”.

Bárbara Amazonas acredita que esta oportunidade de estar em uma conferência internacional pode expandir sua consciência e revelar novas perspectivas sobre o comportamento humano. “Acredito na psicologia como missão libertadora, estamos aqui à auxiliar pessoas no seu caminho de autoconhecimento e com isso proporcionar a liberdade de se reconectar com sua essência. Dentre os congressos nacionais, cursos e workshops os quais tive o privilégio de participar no Brasil sempre me proporcionaram muito amadurecimento e ampliação de consciência, contudo, estar no IV International Conference On Research Of Psychotherapy Gestalt foi sensacional, diante de Psicólogos renomados os quais alguns foram discípulos do próprio Perls, pude contemplar a importância da família e ratificar a relevância dos relacionamentos no desenvolvimento das nossas emoções e da nossa autoconfiança. Venho com grandes instrumentos e novidades para trabalhar com meus pacientes e acima de tudo, um olhar ainda mais assertivo e acolhedor ao ser humano”, confessa a Psicóloga.