Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Saúde, informa que foi confirmado o primeiro caso de Influenza H1N1 no Município. A paciente é uma mulher de 68 anos que está internada em um hospital de Maceió. A comprovação foi realizada a partir de exames médicos.

Toda comunidade e profissionais de Saúde devem estar alertas e vigilantes para os casos de síndrome respiratória que possam ter agravamento súbito. Todo morador que apresentar os sintomas devem procurar sua Unidade Básica de Saúde de referência para avaliação médica.

A confirmação do caso reforça a importância da vacinação para os grupos considerados prioritários, que até o momento não atingiu a cobertura considerada mínima pelo Ministério da Saúde que é de 90% de cada grupo.

São de prioridade para a campanha de vacinação as crianças de 6 meses até os 6 anos de idade, gestantes, puérperas, idosos a partir de 60 anos, professores, militares, trabalhadores da saúde, pessoas privadas de liberdade e pessoas portadoras de doenças crônicas com indicação médica.

Sobre a Doença

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção (crianças menores de 6 anos de idade; gestantes, puérperas, adultos com 60 anos ou mais; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

A transmissão ocorre principalmente através do contato com partículas eliminadas por pessoas infectadas ou mãos e objetos contaminados por secreções. É muito elevada em ambiente domiciliar, creches, escolas e em ambientes fechados ou semifechados, dependendo não apenas da infectividade das cepas, mas também do número e intensidade dos contatos entre pessoas de diferentes faixas etárias.

A doença pode ser causada pelos vírus influenza A, B e C. Os vírus A e B apresentam maior importância clínica e são responsáveis pelas epidemias sazonais.

A influenza é caracterizada por um início súbito de febre, tosse, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, mal-estar, dor de garganta e coriza. A tosse pode durar duas ou mais semanas. A maioria das pessoas recupera-se da febre e de outros sintomas dentro de uma semana sem necessitar de cuidados médicos. Complicações ou morte podem ocorrer especialmente em pessoas de alto risco. Ocorre também aumento nas taxas de hospitalização por pneumonia.