Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Palestra foi ministrada pelo Gerente de Negócios da SGS, Fabian Peres Gonçalves.

O Sindaçúcar-AL realizou nesta segunda-feira (20), em parceria com a Asplana, um encontro entre a SGS e produtores de cana e industriais para tirar dúvidas sobre o RenovaCalc, o primeiro passo para adesão à política do RenovaBio.

De acordo com o conselheiro do sindicato, Daniel Berard, as discussões foram no âmbito prático para tornar a calculadora num objeto mais acessível às unidades produtoras do etanol. “Temos muitas experiências sendo trocadas. E o sindicato está proporcionando uma oportunidade para todo o setor entender como funciona o RenovaCalc”, afirma Berard.

A palestra foi ministrada pelo Gerente de Negócios Fabian Peres Gonçalves, da SGS, empresa que está habilitada para emitir as certidões e auditorias para o RenovaBio. “O RenovaCalc, que foi criada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo), são as planilhas onde são inseridos os dados da produção do biocombustível de cada unidade. No final, a ferramenta traz a nota de eficiência desse produtor de biocombustível”, explica Fabian, que apresentou o passo a passo de como realizar o acesso à planilha e solicitar a análise da unidade produtora.

O RenovaBio é uma política de creditação do governo federal pela descarbonização do meio ambiente. Para Berard, ele estimula o setor. “Esse é um reconhecimento do etanol como um produto benéfico ao meio ambiente e excelente substituto da gasolina. Com o RenovaBio o produtor vai conseguir colocar sua empresa dentro da plataforma e conseguir faturar, investindo na modernização do parque industrial”, acrescenta o conselheiro do Sindaçúcar-AL.