Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Deputado Marx Beltrão

Para o deputado federal Marx Beltrão, a decisão dos membros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) de incluírem o Caso Pinheiro entre os casos de alta complexidade que hoje são acompanhados pelo Observatório Nacional sobre Questões Ambientais, Econômicas e Sociais de Alta Complexidade, Grande Impacto e Repercussão deve “é muito bem-vinda e vai ajudar em muito a causa dos moradores do Pinheiro, que precisam de justiça diante do enorme prejuízo financeiro e moral que estão sofrendo”.

O parlamentar, que coordena a bancada federal de Alagoas no Congresso Nacional, elogiou a proposição do Ministério Público Federal (MPF) em Alagoas, que sugeriu a inclusão do Caso Pinheiro para acompanhamento pelo Observatório. A decisão foi tomada após apresentação da procuradora da República Raquel Teixeira, que demonstrou a gravidade e relevância da situação dos moradores da região. “Trata-se de uma grande contribuição do MPF nesta busca por reparação a estas famílias. Esta soma de esforços é extremamente benéfica e mostra o empenho cidadão das instituições em solucionar o problema dos moradores” disse o parlamentar.

O MPF vem atuando para garantir a segurança dos moradores do bairro Pinheiro. No local foram identificadas inúmeras fissuras e afundamentos em moradias e vias públicas, colocando em risco edificações. A situação se agravou após as fortes chuvas de verão, ocorridas em 15 fevereiro de 2018, e o abalo sísmico em março de 2018, na mesma região. O caso Pinheiro que envolve risco a cerca de 20 mil imóveis nos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, em Maceió, destaca-se, também, por ser o único, entre os casos em acompanhamento pelo Observatório Nacional que busca prevenção de eventual tragédia.