Foto: Marco Antonio/Secom Maceió Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Bairro do Pinheiro

Os processos abertos na justiça que forem relacionados aos problemas provocados pela Braskem aos moradores dos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro terão prioridade.  A recomendação conjunta, do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Tutmés Airan  e do Corregedor-Geral da Justiça Fernando Tourinho está disponível no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda-feira (13).

Informações da assessoria de Comunicação do TJ/AL dão conta que de acordo com a recomendação, os interessados no benefício deverão fazer o requerimento à autoridade judiciária competente e apresentar provas de que foram afetados pela situação.

A determinação leva em conta o Decreto da Prefeitura Municipal de Maceió nº 8.699, de 25 de março de 2019.

“No contexto de episódios de grandes sinistros ou ensejadores de estado de calamidade pública, especialmente para as pessoas comprovadamente desabrigadas ou envolvidas pelo evento hostil e que sofreram algum tipo de lesão física ou psíquica durante a sua ocorrência ou por desdobramentos desta [...] deve ser contemplada uma maior agilidade no trâmite das suas demandas”, diz a publicação.

*Com assessoria