Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A cidade de Arapiraca foi abalada pela violência, sobretudo contras as mulheres neste final de semana. O problema requer mais ações dos órgãos ligados à Segurança Pública na cidade mais importante do interior do Estado.

Uma mulher, identificada  como Maria Rita Ferreira da Silva 60 anos foi atingida por um disparo de espingarda calibre 12 e morreu em um trecho da Rua José Honório, no bairro Baixa Grande periferia da cidade.

Segundo informações levantadas no local do crime por volta das 21h, estava em frente a porta da sua residência, localizada na Rua José Honório, conversando com duas vizinhas.

Um carro de cor preta e placa não anotada, parou em frente à residência com três homens no interior do veículo. Dois deles se aproximaram e um deles perguntou quem a "dona Rita".

De acordo com as primeiras informações, três homens armados chegaram ao local e perguntaram se alguém conhecida Rita. No momento em que a mulher se apresentou, foi atingida por um disparo de espingarda e morreu no local do crime.

Os estilhaços feriram outras duas mulheres que estavam próximas. Após praticarem o crime, o trio fugiu do local em um automóvel de cor prata e de modelo e placa não identificada. As outras duas vítimas feridas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital de Emergência do Agreste.

O estado de saúde das outras duas mulheres ainda não foi informado pelo Hospital de Emergência do Agreste. Os crimes devem ser apurados pelo Policia Civil