Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Rodrigo Valença (MDB), prefeito de São José da Laje e secretário Geral da AMA, participou da XXII Marcha em Defesa dos Municípios, o evento que reuniu mais de 3.500 prefeitos, aconteceu em Brasília entre os dias 08 e 11 de abril, a qual contou com a presença -+do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Tofolli, além do Presidente da Associação dos Municípios Alagoano Hugo Wanderley, deputados federais e senadores.

Em seu segundo mandato, o jovem Rodrigo, continua com boa aceitação e vem arregaçando as mangas e surpreendendo cada vez mais. Sem perda de tempo aproveitou sua ida a Brasília, e visitou os ministérios da saúde e da educação, gabinetes de políticos experientes como os Deputados Federais Arthur Lira e Isnaldo Bulhões, Senadores Renan Calheiros e Fernando Collor, conseguindo mais recursos para o município.

Acompanhado do Vice-prefeito Jérciton Junior, do secretário de relações institucionais Paulo Roberto Neno, da secretária de saúde Ângela Vanessa e do coordenador municipal de sistemas Fernando Chicuta. No gabinete do deputado Arthur Lira, Rodrigo Valença conseguiu uma emenda de 663 mil reais para construção de mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS) na cidade.

Já no gabinete de Collor, foi recebido pela senadora suplente em exercício, Renilde Bulhões que deu andamento na emenda para custeio e manutenção da saúde, destinada pelo senador titular Fernando Collor.

O senador Renan Calheiros, também abriu as portas de seu gabinete e destinou recursos para aquisição de equipamentos modernos para duas UBS em São José da Laje.

Na visita ao Ministério da Saúde, o prefeito e sua comitiva conseguiram agilizar o processo para construção de mais uma Academia Pública da saúde, além de conhecer novos programas para serem implantados na Princesa das Fronteiras.

O representante do executivo, também visitou o bloco do FNDE, (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), buscando destravar recursos para a educação municipal.

Perguntado sobre a perspectiva dessa Marcha em Brasília, Rodrigo Valença disse esperar que as reivindicações sejam analisadas com urgência pelos órgãos federais. “Se pelo menos 50% das propostas forem aprovadas e colocadas em prática, a meu ver os pequenos municípios vão acelerar o crescimento econômico e administrativo”.  

“As propostas que merecem agilidade e que vão beneficiar os municípios mais pobres são; o aumento de 1% no FPM (Fundo de Participação dos Municípios), que adicionaria mais de R$ 1 milhão ao ano no repasse para os pequenos municípios, a desburocratização do recebimento de repasses, permitindo que a União destine os recursos diretamente aos municípios, sem a necessidade de firmar convênio com um órgão intermediário, isso porque muitas vezes o órgão intermediário demora no recebimento final do recurso e reflete no prazo de entrega das obras, e as alterações na Lei de Licitações, para que as prefeituras tenham maior flexibilidade em situações de emergência”. Disse Rodrigo Valença.

“Retorno cheio de esperança, mais vigor e novos projetos para o desenvolvimento da cidade”. Finalizou entusiasmado o jovem prefeito de São José da Laje.