O Snec, desenvolvido pela Neoconsig, é um dos destaques na intermediação do relacionamento entre órgão público, bancos e servidor

 

Um dos grandes desafios atuais da gestão pública no Brasil é desburocratizar os processos de trabalho. O investimento pesado em tecnologia tem sido o maior aliado dos responsáveis por estas instituições, que encontraram sucesso ao colocar programas de computador para executar serviços manuais, realocando servidores para funções estratégicas.

Uma das ferramentas que mais tem se destacado no Brasil é o Sistema Nacional de Empréstimo Consignado (SNEC), software gratuito para municípios e Estados realizarem a gestão do crédito dos servidores públicos junto aos bancos. O programa foi desenvolvido pela Neoconsig, após diagnóstico sobre a dificuldade enfrentada para a realização desta tarefa, principalmente em prefeituras do interior.

O uso da ferramenta é gratuito, dentro do conceito de software livre, que é usado para designar programas de computador que são executados sem custo. O orçamento público também é beneficiado de outras formas, principalmente pela melhora da atuação de servidores que estariam empenhados em tarefas burocráticas e manuais.

O principal objetivo do Snec (www.snecbrasil.com.br) é facilitar a intermediação dos processos entre bancos, órgãos públicos, empresas privadas e colaboradores por meio de um único sistema. A Neoconsig realiza a gestão de consignado em diversos convênios do Brasil e presta serviços para o mercado público e financeiro. São mais de 140 contratos ativos e 350 mil acessos no portal exclusivo para servidores públicos, expertise que possibilitou à empresa ser responsável por um sistema de excelência como o Snec.