Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas comprado pelo Facebook em 2014, possui diversos recursos — você pode checar muitos deles no blog de tecnologia Dicas Zone. Mas mesmo com tudo que o app já pode fazer, o Facebook vive realizando testes de novos recursos para o aplicativo de mensagens, especialmente em sua versão beta, disponível para alguns usuários exclusivos.

Enquanto a maioria desses recursos acaba sendo lançada para toda a rede de usuários do aplicativo, há alguns deles que não. Recentemente, o WhatsApp estava testando um par de novos modos no aplicativo que buscam reduzir até certo ponto o vício que seu uso causa nos usuários. Segundo informações divulgadas pelo WABetainfo, que divulga os dados oficiais da versão beta, a empresa pode trazer um novo modo silencioso ao lado de um modo "Férias".

Modo "Férias" do WhatsApp

Segundo o WABetainfo, o Whatsapp está desenvolvendo uma funcionalidade conhecida como modo "Férias". Esse recurso ainda está em fase de desenvolvimento. A empresa já está trabalhando nele há meses, colocando em fase de testes para usuários beta enquanto ainda não está pronto para todos. Também é mencionado que o modo específico é baseado em outro recursos, "o modo silencioso", que já está presente nos dispositivos Android.

Espera-se que o recurso seja lançado tanto para a plataforma Android quanto iOS assim que for implementado. O modo arquiva conversas pelo tempo que o usuário desejar. Por enquanto, quando você arquiva um bate-papo, o WhatsApp o desarquiva assim que uma nova mensagem chega. O modo "Férias" estará presente na guia Configurações de Notificações do aplicativo. O recurso também é útil se você não quiser ver certas conversas em sua lista.

Modo "silencioso" do WhatsApp

O novo modo "Silencioso" já deve estar presente em alguns smartphones Android durante o lançamento, conforme o relatório. O recurso permite que os usuários ocultem o selo do aplicativo (ou uma contagem de notificações no ícone do aplicativo) para conversas desativadas. Por enquanto, existem alguns dos aparelhos que ainda mostram a contagem de notificações para conversas desativadas também. Isso não acontecerá no modo "Silencioso". Foi adicionado que esse recurso já está ativo por padrão, então você não precisa acessar a página "Configurações" para ativá-lo.

Contas vinculadas do WhatsApp

Esse é outro recurso no qual o WhatsApp está trabalhando. Como o nome sugere, ele permite vincular sua conta a serviços externos. Ele é destinado ao aplicativo de negócios WhatsApp, no entanto, algumas referências foram descobertas no aplicativo regular também. Uma vez que o modo é implementado, deve estar visível na guia "Perfil". Embora o uso exato do recurso ainda seja desconhecido, o relatório afirma que pode haver duas possibilidades:

O recurso pode ser usado para recuperar a senha quando o usuário troca de dispositivo ou esquece a senha utilizada;

Pode deixar você compartilhar automaticamente suas atualizações de status do WhatsApp diretamente no ​​Instagram, aplicativo que também pertence ao grupo do Facebook.

Clonar o WhatsApp de outras pessoas

Enquanto muitos ainda se perguntam sobre isso, o WhatsApp não possui recurso específico para acessar a conta de outro usuário. Contudo, há algumas dicas de como como clonar o WhatsApp de outra pessoa que os mais curiosos podem seguir. O processo envolve a utilização do WhatsApp (aplicativo do mensageiro para computadores) ou de apps específicos para o serviço, como o Clonapp Messenger.

No caso do aplicativo para desktop, o usuário precisa do celular onde a conta está logada para escanear um código QR e acessar o WhatsApp no computador. Quando isso é feito, o app para desktop servirá como um "espelho", refletindo tudo que acontece na versão instalada no celular. O WhatsApp Web, como é conhecido, ficará logado até que o usuário desligue ou computador ou desconecte a ligação diretamente do aplicativo no celular.

Os problemas do vício no WhatsApp

Muitos dos recursos que estão em desenvolvimento tiveram um ponto em comum: a busca pela redução no vício causado pelo aplicativo.  A introdução do smartphone é uma invenção revolucionária na história dos dispositivos móveis, mas seu crescente uso começou a mostrar as consequências negativas. E o WhatsApp é um dos grandes responsáveis por isso.

O aplicativo WhatsApp é utilizado por quase todos que usam smartphones. Sua facilidade para trocar texto, fotos, vídeos, piadas para a frente e outras informações pode resultar em problemas para grande parte dos usuários. O uso excessivo de smartphones pode ser um sinal do vício e pode afetar aspectos sociais e de saúde da vida das pessoas. Os adolescentes, especialmente, podem desenvolver comportamentos problemáticos, sintomas somáticos, déficits de atenção e agressividade.

O impacto pode fazer com que os usuários percam o interesse do mundo real, fazendo com que toda a sua emoção permaneça restrita ao aplicativo. A perda de controle, a séria interferência no dia a dia (na escola ou no trabalho) e uma constante dependência são alguns dos sintomas para identificar pessoas com dependências do WhatsApp. Enquanto a empresa não lança os novos recursos que ajudarão a reduzir o vício no app de mensagens, é importante ficar de olho nesses sintomas.