Divulgao Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) divulgou nesta quinta (13) o edital de abertura de seu concurso com 750 vagas para o cargo de policial rodoviário federal, na classe de agente. Podem participar homens e mulheres que possuem o nível superior completo e, ainda, Carteira Nacional de Habilitação na categoria "B" --- ou superior. O valor da remuneração inicial é de R$ 5.620,12, para 40 horas, com auxílio-alimentação no valor de R$ 161,99 .


Não há postos apenas para Mato Grosso e Pará, para os quais foi realizado o último concurso do órgão. Há seis vagas para Alagoas, 30 para o Amazonas, 14 para o Amapá, 44 para a Bahia, seis para o Ceará, quatro para o Distrito Federal, quatro para o Espírito Santo, oito para Goiás, 40 para o Maranhão, 40 para Minas Gerais, 70 para Mato Grosso do Sul, quatro para a Paraíba, seis para Pernambuco, seis para o Piauí, 190 para o Paraná, 30 para o Rio de Janeiro, quatro para o Rio Grande do Norte, 42 para Rondônia (nesse caso, os aprovados podem também trabalhar no Acre), 20 para Roraima, 80 para o Rio Grande do Sul, 20 para Santa Catarina, quatro para Sergipe, 64 para São Paulo e 14 para o Tocantins.

As atividades do cargo, segundo o edital, envolve "fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo, atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários e demais atribuições relacionadas com a área operacional do Departamento de Polícia Rodoviária Federal".

Além da escolaridade superior e da carteira de habilitação, o candidato deve ainda, segundo o edital, "estar quite" com as obrigações eleitorais e do serviço militar e apresentar certidão dos cartórios de protestos e títulos, de antecedentes criminais da Justiça Federal, da Justiça Estadual ou da Justiça do Distrito Federal, da Justiça Eleitoral e, quando for o caso, da Justiça Militar Estadual e dos cartórios de execução cível da cidade onde morou nos últimos cinco anos -- nos dois primeiros casos, expedida, no máximo, há seis meses --, entre outros.

As inscrições estarão abertas entre as 10 do dia 13/08 e as 23h59 de 11 de setembro e devem ser realizadas pela Internet no site www.funrio.org.br, da Funrio, organizadora do concurso. A taxa é de R$ 100.

Após a prova objetiva e de redação, os candidatos serão submetidos a teste físico, exames médicos e avaliação psicológica. Em seguida, haverá um curso de formação. Os exames serão realizados em todas as capitais do país, no dia 18 de outubro: Rio Branco (AC), Maceió (AL), Manaus (AM), Macapá (AP), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Vitória (ES), Goiânia (GO), São Luís (MA), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Belém (PA), João Pessoa (PB), Recife (PE), Teresina (PI), Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ), Natal (RN), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Aracajú (SE), São Paulo (SP) e Palmas (TO).

Os testes objetivos terão questões de língua portuguesa, raciocínio lógico, conhecimentos de informática, conhecimentos de física, legislação de trânsito, direção defensiva, noções de direito e primeiros socorros.

No último concurso, que chegou a ser cancelado por suspeita de fraude, os cargos tinham exigência de nível médio. Em setembro de ano passado, o presidente Lula sancionou lei, criando 3.000 cargos efetivos para a PRF, com a nova escolaridade e mudando a denominação dos cargos (o posto de agente equivale ao antigo cargo de policial rodoviário federal). A última seleção ofereceu remuneração de R$ 5.238,94.