Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

As inscrições dois novos concursos públicos do Ministério do Planejamento, com 566 vagas, começam às 10h do dia 24 de agosto, e não às 10h desta sexta (21), conforme dizia o edital. As informações são da Funrio, organizadora do concurso.

O ministério também publicou nesta sexta (21) retificações dos editais: a principal mudança é que a taxa de inscrição para cargos de nível superior passou de R$ 51 (analista técnico-administrativo) e R$ 63 (analista em tecnologia da informação) para R$ 66 e, para os de nível médio, de R$ 48 para R$ 51.

Na área administrativa, a seleção oferece 304 cargos para agente administrativo (nível médio) e 32 para analista técnico-administrativo (nível superior). O agente terá remuneração inicial de R$ 2.067,30, e o analista, de R$ 2.643,28. As vagas para analista são para trabalho em Brasília (DF). Já para agente administrativo, há postos em 12 cidades do país: Boa Vista (RR), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luis (MA) e São Paulo (SP). Os contratados vão substituir profissionais terceirizados.

As outras 230 vagas são para analista em tecnologia da informação e exigem formação superior -- qualquer especialidade. O trabalho será em Brasília. A remuneração inicial será de R$ 5.843,28.

Há reserva de 5% das vagas para deficientes.

O prazo de inscrição vai até as 23h59 de 11 de setembro; as incrições têm de ser feitas pelo site da Funrio.

A data de realização de provas ainda não foi definida. Os candidatos a cargos de nível superior farão redação, além das provas objetivas. O concurso para analista de tecnologia terá ainda análise de títulos.

Para todos os participantes, será necessário estudar conteúdos de língua portuguesa, informática, direito constitucional, direito administrativo e legislação. As provas de ambos os concursos serão realizadas em todas as capitais do Brasil.